Orientações gerais para Educação Infantil

Durante o período de suspensão das aulas em razão do isolamento social motivado pela pandemia de Covid-19, o Sistema de Ensino Poliedro apresentará uma série de atividades para dar prosseguimento à aprendizagem da criança.

Com propostas diárias, a família terá papel fundamental no desenvolvimento dessas atividades, que têm o objetivo de auxiliar a criança a manter o vínculo com a escola, trazendo à memória dela a rotina de estudos e a realização de brincadeiras, desenhos e momentos de conversa.

Mas como educar a criança em casa? Conheça, a seguir, alguns instrumentos úteis ao processo de Home School na Educação Infantil.



Rotina e comprometimento

A família é a primeira instituição em que a criança se reconhece. A segunda, na maioria das vezes, é a escola.

Para que haja um processo harmônico de desenvolvimento e aprendizagem da criança, é necessário que essas duas instituições, ou seja, que os adultos que convivem com ela tenham atitudes concretas nesse processo, como apoio, rotina, presença e atenção. Assim, a criança se sentirá acolhida, cuidada e respeitada.

Na escola, é comum os professores explicarem à criança como será seu dia a dia. Além disso, faz parte da rotina estabelecer combinados com ela, para que mantenha uma boa convivência com os colegas e siga as regras definidas em conjunto. Da mesma maneira, neste momento, a família deverá estabelecer uma rotina de estudos, com tempo e espaço predeterminados, de modo a oferecer segurança à criança, e com combinados que deem suporte a ela.

Para que a criança evolua em seu aprendizado, a organização e o comprometimento da família são essenciais e podem estreitar ainda mais os laços de afeto e respeito em casa. Sendo assim, converse com a criança e explique a ela que os momentos educativos farão novamente parte do seu dia a dia.

No que se refere à criança de 5 anos, é importante considerar que ela já tem desenvoltura em diferentes linguagens, com grande capacidade de se comunicar e de relatar com clareza suas opiniões e vontades.

Nessa faixa etária, é necessário que a criança realize tarefas; por isso, o compromisso e a dedicação serão determinantes, uma vez que o adulto precisará disponibilizar espaços, materiais e tempo suficiente para que a tarefa seja feita com tranquilidade. Assim, o apoio do adulto é um fator que fará a diferença nos resultados dos estudos.

Vale salientar que a permanência na tarefa contribui para a criança criar o hábito do estudo, mas esse momento não deve ser exaustivo nem “pesado”, mas interessante e prazeroso.

Nesse processo, ajude-a a construir mais pontes de conhecimento e deixe que ela revele seu sentir e seu olhar singular por meio das diversas linguagens.



Atenção e reconhecimento

Para incentivar a criança na realização das tarefas, elogie as produções realizadas e seu tempo de concentração, dando a ela a atenção necessária e o reconhecimento esperado.

Considere esses dias em casa uma oportunidade de formar um futuro adulto justo, amoroso, colaborativo e crítico, pois certamente é na Educação Infantil que essa formação se inicia.



Suporte

Para colocar essas dicas em prática, serão disponibilizadas a cada semana atividades direcionadas ao estudo com a criança em casa. Utilize os recursos disponíveis no espaço doméstico e incentive-a a nele brincar e a explorá-lo. Os resultados irão surpreendê-lo!



Desejamos um bom trabalho em casa!

A editora.